Páginas

quinta-feira, 16 de maio de 2013





FITOTERAPIA

As plantas medicinais sempre foram utilizadas pelo homem ao longo da história da humanidade para tratar e curar doenças.


A Fitoterapia é uma palavra que vem do grego “phyton”, que significa planta, e “therapia”, tratamento. Utilizando as plantas medicinais como princípio ativo para diversas composições farmacêuticas.
Histórico


Os indícios sobre Fitoterapia são muito antigos e encontrados em todo o mundo. O primeiro manuscrito encontrado é o Papiro de Ebers (1500 a.C.), que descreve centenas de plantas medicinais. Durante muito tempo, em rituais religiosos ou feitiços de cura as plantas medicinais eram muito utilizadas. Surgia a visão holística do Universo e do homem, visando o tratamento do indivíduo e não apenas da enfermidade. Mas na Idade Média, esse conceito mudou, aqueles que possuiam o conhecimento sobre as plantas medicinais e as utilizavam para curar doentes, foram considerados bruxos e condenados à fogueira.


A Fitoterapia desenvolveu-se de forma mundial através da Medicina Chinesa e Ayurvédica. Já no Brasil, foi desenvolvida com as contribuições dos negros, indígenas e portugueses.


No fim da década de 70, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou o Programa de Medicina Tradicional, com objetivo de proteger e promover a saúde dos povos do mundo, incentivar a preservação da cultura popular sobre os conhecimentos da utilização de plantas medicinais e da Medicina Tradicional.
O Brasil cria o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, no ano de 2006 com objetivo de garantir à população brasileira o acesso de forma segura e racional de plantas medicinais e fitoterápicos, a fim de promover o uso sustentável da biodiversidade.






Formas de utilização


As plantas medicinais possuem princípios ativos, ou seja, compostos químicos produzidos durante o metabolismo da planta, que lhe conferem a ação terapêutica, podendo ser utilizadas sob a forma de infusão, decocção, maceração, tintura, pomadas, cremes, xaropes, entre outros.






Contra-indicações


A utilização de plantas medicinais não é isenta de efeitos colaterais ou contra- indicações, podendo desencadear reações adversas.


É necessário termos certa cautela quanto a isso... no mais, a fitoterapia é muito benéfica se utilizada corretamente e com finalidade específica.


Abraço a todos....e fiquem em paz!!!!